Ultimato do Bacon

Image Comics 30 Anos

Em 2 de Mar de 2022 7 minutos de leitura
Image_universe Image Comics 30 Anos

A cada 30 anos nos temos algum evento significativo que muda os rumos do mercado de quadrinhos, na década de 1930 a criação do conceito de super-herói por meio do Superman, na década de 1960 a criação do universo Marvel e na década de 1990, a criação da Image Comics que na época foi uma verdadeira revolução no mercado de quadrinhos americano.

Criada em 1992, pelos artistas mais populares da época Todd McFarlane, Rob Liefeld, Jim Lee, Marc Silvesgri, Erik Larsen, Jim Valentino e Whilce Protacio, deixando assim a editora Marvel Comics.

Diferente de outras editoras, o universo da Image era compartilhado mas cada criador tinha a liberdade criativa e seus estúdios e não precisava ceder os direitos autorais de seus personagens para a editora isso foi uma quebra de paradigma muito grande.

Para apresentar as séries que chegaram por aqui lá na década de 90 e fizeram muito sucesso e algumas que ainda fazem eu e meu amigo André “Brasuka” ficamos a cargo desta nobre missão, aproveitem.

Confira também, nossa lista com Super Heróis Negros que Você Precisa Conhecer clicando aqui!

Índice

Image Comics 30 Anos

Cyberforce

Por André “Brasuka”

Cyberforce Image Comics 30 Anos

Cyberforce é mais uma das várias equipes de heróis da Image Comics que buscavam emular as ideias da década de 1990, oriundas de editoras de peso como Marvel e DC – plágios ousados do que havia de mais massavéio na época.

A trama gira em torno de mutantes capturados por uma empresa chamada Cyberdata, que realizava experimentos genéticos e cibernéticos nestes seres com intuito de dominar o mundo (a velha fórmula megalomaníaca bastante conhecida entre fãs de ficção). Como sempre, os heróis se revoltam contra o sistema e passam a combater aqueles que os feriram em prol dos fracos e oprimidos.

Vários personagens eram cópias de outros já conhecidos do mainstream: uma versão do Wolverine (o Ripclaw), outra da Psylocke (a Cyblade) e uma versão extremamente exagerada do Cable (o Major Stryker, que possuía três braços biônicos de um lado do corpo, armado com um super-mega-overpower trabucão e líder de outra equipe de heróis nos mesmos moldes, a Stryke Force).

O que mais chamava a atenção dessas histórias em quadrinhos, no entanto, eram os desenhos de Marc Silvestri, famoso por desenhar fases marcantes dos X-Men.

A revista durou 35 edições nos EUA (1992-1997), rendendo um crossover com os WildC.A.T.S. – também da Image Comics. No Brasil, foram publicadas mensalmente pela Editora Globo (que descontinuou a HQ antes do fim) e uma minissérie lançada pela Panini Comics em 2006 que tentou resgatar a equipe do limbo editorial – os roteiros eram de Ron Marz (criador do Lanterna Verde Kyle Rayner).

Gen 13

Por D´Artagnan S. Deliberto

Gen 13 Image Comics 30 Anos

Gen 13 é uma super equipe de heróis dos autores Jim Lee (Famoso pelo grande sucesso dos X-Men na época), Brandon Choi e J. Scott Campbell, assim como Wildcats e Team 7 publicados pelo selo WildStorm (Estúdio do autor Jim Lee) e posteriormente selo da DC Comics.

O grupo é formado por cinco adolescentes Fairchild, Queda Livre, Grunge, Queimada, Granizo e seu líder o Senhor Lynch, cada um dos personagens principais são filhos de algum membro do Team 7.

Estes jovens, são convidados a participar de uma equipe especial do governo, que na realidade e um campo de testes em pessoas com o “Gen Ativo’’. Os adolescentes fogem ao manifestar seus poderes e são caçados como parias e classificados como perigosos e obviamente serem caçados pelo governo americano.

No Brasil, a publicação mensal teve 15 edições publicadas pela Globo, outras 12 pela Abril sob o título Gen 13 & Wildcats e 3 pela Mythos. Ainda tivemos crossover com Superman, Quarteto Fantástico, Homem-Aranha e a Geração X, além da mini-série no estilo mangá do personagem Grunge.

Glory

Por D´Artagnan S. Deliberto

glory Image Comics 30 Anos

Glory foi criada na década de 90, por Rob Liefeld e desenhada pelo artista brasileiro Mike Deodato Junior. O nome verdadeiro de Glory é Gloriana Demeter, meia amazona meia demônio.

Ela é resultado da aliança entre Lorde Silverfall e Lady Demeter das Amazonas, criada no mundo de sua mãe, se tornando a maior guerreira da legião das Amazonas (Qualquer semelhança com Mulher Maravilha e mera coincidência).                                                                               

Porém Glory vai morar no mundo dos homens e lá luta contra seu lado selvagem, legado dos seus genes paternos. Durante a Grande Guerra Glorianna fica junto aos aliados contra os nazistas, integrando assim o grupo de heróis Brigada.

No país, foram 9 edições publicadas em forma de mini séries Glory, Especial, a Origem e O Intruso, todos pela editora Abril entre 1996 e 1998.

Hunter Killer

Por André “Brasuka”

Hunter Killer Image Comics 30 Anos

A ideia de Marc Silvestri e Mark Waid era desenvolver um quadrinho que pudesse lidar com as mais variadas teorias da conspiração que circulam pelo mundo. E se o poder político, econômico e cultural fossem apenas jogadas enganosas para manter a sociedade passiva – corrida nuclear, Guerra Fria, petróleo, viagem à Lua, aquecimento global, movimentos sociais…

Tudo uma farsa! Mas para qual necessidade? Alienação, domínio, proteção da liberdade individual? O que e quem estariam por trás desse xadrez engenhoso que envolve eras de história mundial?

Em Hunter Killer, os autores criam um caldeirão de clichês ao colocar uma raça de super humanos – os Ultra Sapiens – criados geneticamente como armas de destruição em massa escondidas do grande público, porém, monitorados pelos Caçadores, um grupo seleto do governo estadunidense que vigia sua presença constantemente. Explosões, violência, manipulação e muita porrada nesta HQ de ficção especulativa.

Spawn

Por D´Artagnan S. Deliberto

spawn Image Comics 30 Anos

Criado por Todd McFarlane em 1992, Spawn era o agente da CIA Al Simmon, após ser morto em uma emboscada tramada por seu chefe, Simmon vai diretamente para o inferno. Lá, ganha poderes após negociar com o Malebolgia para ter sua vingança e se tornar um “soldado do inferno” sem saber é claro.

Tudo isso para voltar a viva e reencontrar seu amor Wanda, porém Spawn se revolta contra Malebolgia e seus soldados e passa a combates estas criaturas, a máfía e psicopatas de todos os tipos.

Todd também fundou a McFarlane Toys que inicialmente produzia seu personagem e hoje possui também a linha da DC Comics. O personagem teve um filme em 1997 e uma série animada pelo canal HBO e vários jogos de vídeo-game atualmente presente no jogo Mortal Kombat 11.

Inicialmente, a arte era feita pelo próprio McFarlane, que depois passou o lápis para Greg Capullo, passando a fazer apenas a arte-final. Anos depois, o traço ficou sob a responsabilidade de Angel Medina e Capullo.

Por aqui, foram cinco editoras que publicaram o personagem a editora Abril, Pixel, HQM e New Order que está publicando Hellspawn neste ano de 2022.

Strike Force

Por D´Artagnan S. Deliberto

strike force Image Comics 30 Anos

Codename: Strykeforce é uma equipe de super-heróis mercenários sendo um desdobramento da obra Cyberforce que é uma tropa de elite formada por ciborgues o quadrinho seguia bem a tendência das super equipes da época que enfrentavam todo tipo de ameaça.

A equipe é composta pelo Major Stryker, um ciborgue com três braços cibernéticos em seu lado direito que podem ser destacados; Phade, um mutante que pode alterar sua densidade molecular; Black Anvil pura força bruta; Bloodbow, um atirador sem igual; Ícaro, um homem com poder de voar.

A primeira missão do grupo acaba sendo uma armação de Phade que desaparece depois de usar seus poderes por muito tempo e acaba tendo suas moléculas se separam. Eles descobrem que um de seus oponentes também foi enganado e ela se junta à equipe como Tempest, uma mulher com o poder de controlar o clima.

A série original durou pouco apenas quatorze edições e contou com um time de peso como David Wohl, Marc Silvestri, Brandon Peterson, Steve Gerber dentre outros.

No brasil, não teve vida longa saiu pela editora Globo entre 96 e 97 é teve 12 edições.

The Darkness

Por D´Artagnan S. Deliberto

the darkness Image Comics 30 Anos

O poder milenar conhecido como The Darkness está ligado a entidade Angelus. Este poder é transmitido por uma linha familiar de pai para filho, deixando o usuário anterior quando seu primeiro filho é concebido, ou seja caso Jackie Estacado o personagem detentor do poder engravidasse alguém ele perderia seu poder e morreria.

O poder então se manifesta no portador em seu 21º aniversário. Os usuários da escuridão podem criar qualquer coisa que desejarem com a escuridão, mas qualquer coisa que eles façam se desintegrará com a luz. Os poderes são mortais, permitindo ao usuário convocar lacaios Darkling para ajudá-los e até mesmo sobreviver a tiros e explosões.

Criado por David Wohl e Marc Silvestre, no Brasil saiu pela editora Abril entre 98 e 2000 e teve 25 edições e trazia também as histórias da heroína Witchblabe.

The Savage Dragon

Por André “Brasuka”

Savage Dragon Image Comics 30 Anos

Savage Dragon faz parte da primeira onda de personagens criados pela Image Comics na década de 1990 após a debandada dos artistas que saíram da Marvel Comics – dentre eles, Erik Larsen (famoso por desenhar o Homem-Aranha). Imagine um personagem imenso, com pele verde, barbatana na cabeça, invulnerável, absurdamente forte e com fator de cura (mais overpower impossível!!!).

Apesar desse pacote de super poderes, Dragon sofre de amnésia e não se lembra de sua origem, apenas que um dia acordou desmemoriado num terreno baldio em meio ao fogo.

Trabalhando na polícia de Chicago, o personagem enfrenta toda escória da sociedade em histórias divertidamente violentas, repletas de ação, pancadaria e uma pitadinha de drama.

No Brasil, a Editora Abril lançou uma minissérie em quatro partes, seguida de uma publicação mensal que durou dezesseis edições. Dragon também fez algumas participações especiais com outros personagens como Superman, Hellboy e até as Tartarugas Ninjas!!!

Lembrando que, das HQs produzidas pela Image Comics a partir de 1992, Savage Dragon é a mais longeva e resiste bravamente nos roteiros e desenhos de Larsen até aos dias de hoje – sinal da importância que o personagem possui no cenário mainstream e que merece ser lembrado nesta lista.

Wild C.A.T.S.

Por D´Artagnan S. Deliberto

wildcats Image Comics 30 Anos

Wildc.a.t.s Covert Action Teams criada por Brandon Choi e Jim Lee, como o senhor Lee fez um baita sucesso com os X-Men sua equipe era bem parecida com os mutantes da Marvel. A equipe surgiu em 1992 Wildc.a.t.s foi o seu primeiro trabalho na nova editora sendo o ponto de partida para o que viria a ser o universo da Wildstorm.

A premissa girava em torno da guerra milenar entre os alienígenas Querubins e Demonitas. Os Querubim, uma raça alienígena quase imortal, de aparência humana, com poderes e habilidades excepcionais, viajou para a Terra e, cruzando com humanos, povoou o planeta com “Mestiços”. Os daemonitas, além de terem uma aparência assustadora, também possuíam várias habilidades sobre-humanas, incluindo posse do corpo e controle mental sobre os seres humanos.

O arco inicial trouxe Voodoo para a equipe como o personagem do ponto de vista dos leitores, já que Hellspont, um senhor da guerra demonita, assumiu o controle do vice-presidente dos Estados Unidos, Dan Quayle.

O sucesso da publicação gerou ainda uma animação em 1994, cards, games e é claro uma linha de action figures. No fim da década os personagens foram vencidos para a DC Comics onde estão desde então.

No Brasil, foi publicada inicialmente pela editora globo entre 96 e 97 com 15 edições, e posteriormente pela editora Abril (dividindo a publicação com Gen13), Mythos e Pixel Média.

Youngblood

Por D´Artagnan S. Deliberto

youngblood Image Comics 30 Anos

Criada por Rob Liefeld em 1992, foi originalmente publicada pela Image Comics e posteriormente pela Awesome Entertrainment. Os direitos dos personagens já não são de propriedade do autor que retornou a Image Comics em 2008.

A super equipe Youngblood era supervisionada pelo governo americano sendo utilizado para missões de todo e qualquer tipo e era composta por Shaft (agente do FBI armado com um arco), Badrock (um monstro de concreto), Vogue (modelo Russa), Capela (assassino).

Capela que fora o assassino de Al Simons que viria se tornar o Spawn, este fato foi mudando pois naquela época as publicações eram interligadas até que alguns membros fundadores saírem da editora e levarem suas criações consigo.

No Brasil, foi lançado pela editora Abril entre 96 e 97 com 9 edições, além de crossovers com personagens da Marvel como X-force, Wolverine e Homem-Aranha.

E aí, curtiu? Sentiu falta de algum título? Comente em nossas redes sociais e não deixe de conferir nossa matéria especial sobre O Batman no Cinema clicando aqui!


Créditos:
Texto: D’Artagnan Deliberto – @dartnerd e André ‘Brasuka” Roberto – @Comunicafic
Imagens: Reprodução
Edição: Diego Brisse

Compre pelo nosso link da Amazon e ajude o UB! 


Quer debater Quadrinhos, Livros e muito mais?

Conheça nosso grupo no WhatsApp!

Quero participar

Notícias relacionadas

Amantikir de Lillo Parra e Jefferson Costa (2)

Amantikir de Lillo Parra e Jefferson Costa – O Ultimato

4 de Jul de 2022

Nós usamos cookies para garantir que sua experiência em nosso site seja a melhor possível. Ao navegar em nosso site você concorda com a nossa política de privacidade.

OKPolítica de privacidade