Por Lucas Souza

 

Frank Miller fez uma verdadeira revolução nas páginas da HQ do Homem sem Medo. Além de criar histórias que são a base do que muita gente conhece do Demolidor até hoje, Miller ainda criou uma das ninjas mais amadas dos Quadrinhos: A Elektra. E com o mesmo vigor que ele criou a personagem em 1981 nas páginas de “Daredevil” #168, ele nos entrega a morte da personagem em 1982 nas páginas de “Daredevil” #181 pelas mãos do cruel mercenário.

Mas a morte não é exatamente final nos quadrinhos certo? Em “Elektra Vive” (Elektra Lives Again) de 1990, Miller nos traz o retorno dramático da ninja que envolve seu antigo namorado, o Demolidor, o Tentáculo e o feroz assassino Mercenário. Aqui no Brasil a história foi publicada em um lindo álbum de luxo pela Panini Comics em 2017 intitulado “Elektra Vive”. A história também foi publicada pela editora Abril em “Graphic Album” #6 de 1991.

 

Elektra Vive 1

O belo roteiro e desenho de Frank Miller em “Elektra Vive” encontram as cores de Lynn Varley

 

Antes de falarmos da história em si, vale uma pausa para apreciar a arte que fica ainda mais destacada na edição gigante da Panini. A sinergia entre os desenhos incríveis de Miller e as cores de Lynn Varley é total. A sensação é que estamos vendo pinturas, e belos painéis, que contam uma tremenda história. Mesmo que o roteiro não fosse dos melhores, a cor e os desenhos, por si só, já valeriam a edição.

O roteiro da HQ começa com um Matt Murdock tremendamente atormentado pela morte de sua antiga paixão Elektra Natchios. Ele, em meio a sonhos e delírios, começa a acreditar que sua amada está de volta e isso começa a perturbá-lo de forma profunda. Logo ele se vê em meio a conspirações do tentáculo e ataques ninja que ganham vida nos belos painéis de Frank Miller.

 

Elektra Vive 2

O retorno da ninja Elektra é narrado por seu criador Frank Miller em “Elektra Vive”

 

A história apresenta um ritmo absurdamente acelerado e é praticamente impossível largar a edição antes dela acabar. Por mais que seja difícil na primeira leitura, ficamos ansiosos para virar a página e entrar mais na cabeça do atormentado Demolidor, tire alguns minutos (ou segundos!) para apreciar a incrível arte e cores que “Elektra Vive” entregam. A trama, rápida e interessante, vai te fazer mergulhar no mundo melancólico e atormentado de Matt Murdock.

“Elektra Vive” é outro grande acerto de Miller. O autor sabe usar todo o misticismo envolvendo o tentáculo para criar uma história de paranóia, mas também de amor, com o Homem sem Medo. É uma boa pedida para matar a saudade dessa fase incrível do Demolidor e de Miller. Por incrível que pareça, a HQ é muito mais sobre o Demolidor, e a falta que a Elektra faz a ele, do que sobre a ninja e seu retorno. A cozinha do Inferno nunca foi tão sombria e melancólica!

 

Elektra Vive 3

Avaliação: Excelente!

 

 

Fique ligado no Ultimato do Bacon para mais notícias e reviews sobre HQ´s!

 

 

 

Acessem nossas redes sociais e nosso link de compras da amazon

Instagram 

Facebook

Amazon