Por Lucas Souza

 

Eventualmente a sinopse de uma série pode nos enganar. “The Society” da Netflix é exatamente um desses casos. A série aborda uma pequena cidade nos EUA que, ao primeiro olhar, não tem absolutamente nada de especial. Pacata, a cidadezinha vê seus jovens saírem para um acampamento de férias e apenas os pais e outros habitantes mais velhos permanecem. Uma forte chuva obriga os ônibus que transportavam os adolescentes a retornar para a cidade – que está aparentemente deserta – e aqui começa a série.

Criada por Christopher Keyser, “The Society” conta com 10 episódios em sua primeira temporada que estreou em maio na Netflix.

A premissa da série, adolescentes que ficam sozinhos e isolados em sua cidade, pode não parecer inovadora e soar um pouco boba. Também pensei dessa forma antes de dar uma chance à série que surpreende ao sair de algo bobo e adolescente para algo mais interessante e, por vezes, sombrio.

 

Cena do seriado The Society da Netflix


“The Society” mostra adolescentes sozinhos e isolados em sua cidade natal

 

O que começa como uma grande festa vai se transformando gradativamente em um pesadelo. Ao se verem isolados em sua cidade, o primeiro impulso desses adolescentes é beber e transformar a situação em uma oportunidade de celebrar de formas que eles nunca fizeram. O problema, e é interessante como eles começam a perceber isso, é que a situação de isolamento parece ser definitiva. Aos poucos a sensação de liberdade vai dando lugar a angústia, medo e desconfiança. “The Society” mostra habilidade ao mostrar a forma como eles começam a se reorganizar após a euforia inicial.

“The Society” é recheada de eventos e personagens interessantes. Temos a figura do nerd, da líder, do playboy rico, dos esportistas e outros estereótipos tradicionais – a diferença é que elas parecem ganhar uma profundidade maior e a mudança no status quo da cidade faz com que eles sofram grandes mudanças de personalidade e saiam da zona de conforto. O maior exemplo disso na série é dado com  Harry Bingham (Alex Fitzalan) que era o típico playboy milionário que de repente vê tudo aquilo que o fazia especial na sua visão (o dinheiro) passando a não contar mais. É interessante acompanhar a queda do personagem e a modificação do seu comportamento.

 

Cena do seriado The Society da Netflix


Euforia inicial não dura muito na série “The Society” da Netflix

 

“The Society” faz com que os jovens percebam o óbvio depois de alguns dias: se eles não se organizarem, racionarem comida e começarem a montar um sistema funcional, em breve todos estarão passando fome. Essa consciência só vem após a primeira morte e a confirmação do isolamento – internet e afins simplesmente param de pegar. Mesmo com esse novo cenário ainda temos jovens que se negam a partilhar, trabalhar e aderir ao recém montado novo sistema – e é a partir desse ponto que a série fica extremamente interessante e mostra que vale a pena ser vista.

A partir da construção da nova sociedade, temos de tudo: assassinato, brigas, início de debates políticos, eleições, gravidez e até julgamentos. Dentro desse mar de acontecimentos, vale destacar ainda o interessante e psicopata Campbell Eliot (Toby Wallace) que divide as opiniões conforme vai mostrando como sua mente funciona de fato. Resista aos dois primeiros episódios (onde o clima de festa ainda existe) e a série vai te recompensar. Vale dar um destaque ainda para “A Guarda”: uma equipe formada por atletas que ajuda a manter “as coisas na linha e funcionando”.

 


Adolescentes descobrem estarem isolados em “The Society” da Netflix

 

“The Society” começa como uma série adolescente que aparenta não ter nada de novo e, após os primeiros episódios, diz ao que veio de fato. Cada um dos personagens mostra motivações e formas de agir bem definidas tornando a série super interessante. Ainda que o roteiro se permita algumas conveniências (como o super garoto gênio Gordie) e alguns dramas adolescentes, de maneira geral ele tenta ser o mais realista possível e aborda as dificuldades de se criar uma nova sociedade do zero. Vale a pena por ser extremamente diferente das séries que temos visto recentemente.

 

Fique ligado no Ultimato do Bacon para mais Dicas de Streaming!

The Society está disponível na Netflix!

 

Poster do seriado The Society da Netflix

 

Confira nossas outras Dicas de Streaming!

 

 


Acessem nossas redes sociais e nosso link de compras da amazon

Whatsapp

Instagram

Facebook

Amazon