Ultimato do Bacon

Conheça Kaiju No 8

Em 13 de Jan de 2022 3 minutos de leitura
Conheça Kaiju No 8 Capa

Recentemente anunciado pela Panini na CCXP Worlds, Kaiju No 8, escrita e desenhada por Naoya Matsumoto tem uma premissa interessante, ainda que não fuja dos grandes clichês dos shonens. Então se você acha que seu intelecto está muito além desse gênero, procure nossas outras indicações de mangás, como as obras de Junji Ito.

Não deixe de conferir nossa lista com As Melhores Obras de Junji Ito clicando aqui! 

Qual é a trama de Kaiju No 8

Apesar de já ter garantido uma versão nacional, Kaiju No 8 é extremamente recente, tendo estreado em julho de 2020. Aqui, somos apresentados a um Japão constantemente assolado pelo ataque dos Kaijus, que são confrontados pela força de Defesa Especial, uma equipe de elite que conta com armas especialmente desenvolvidas para combater os kaijus, algo que lembra de certa forma Attack on Titan.

Conheça Kaiju No 8 1

De maneira similar a The Walking Dead, pelo menos até o momento, o surgimento dos kaijus ou se existe algum plano maior por trás deles até o momento é um fato ignorado pela trama, focando apenas em desenvolver os personagens “humanos”.

Durante um ataque de kaijus, somos apresentados ao orgulho da terceira unidade da Força de Defesa, Mina Ashiro. Assim que o kaiju é derrotado, entra em cena nosso atrapalhado protagonista, Kafka Hibino, que remói o fato de ter prometido estar lado a lado com Mina quando a cidade natal deles foi destruída na infância, mas depois de falhar no teste diversas vezes, acabou indo trabalhar com a equipe de limpeza, responsável por remover os restos mortais dos kaijus após as batalhas.

Em mais um dia de trabalho, Kafka descobre através de um jovem estagiário que a idade para se juntar a Força de Defesa aumentou, lhe dando novas esperanças. Porém, sua vida muda completamente após o ataque de uma “pós-besta”, kaijus menores que seguem os maiores em seus ataques. Depois desse ataque, um misterioso monstro se funde a ele, transformando-o num kaiju humanoide capaz de manter sua sanidade.

Até que possa aprender a controlar a transformação, Kafka precisa fugir da Força de Defesa, fazendo com que sua forma acabe recebendo uma designação, “honra” reservada apenas para os kaijus que verdadeiramente se destacam, sendo então nomeado kaiju número 8.

Agora, com seus novos poderes e segredo que pode lhe custar a vida, Kafka precisa tomar um cuidado extra e dar duro em dobro se quiser realmente ocupar um lugar de destaque na Força de Defesa.

Vale a pena ler Kaiju No 8

Em minha opinião pessoal, há muitos mangás em existência e para que uma nova obra se destaque, é preciso fisgar o leitor o quanto antes. Como eu mencionei em meu texto sobre Jujutsu Kaisen (confira clicando aqui!), apesar de esta ser uma obra que caiu no gosto das pessoas, principalmente com a chegada do anime, eu considerei o começo da obra um tanto quanto morno e comum.

Kaiju No 8 até o momento não apresentou nada incrivelmente novo e genial. Até mesmo o nome do protagonista é uma alusão a Franz Kafka que escreveu A Metamorfose. Porém a trama é evolvente desde o primeiro momento, e empolga desde o primeiro momento.

Conheça Kaiju No 8 2

Hibino ainda que eventualmente receba um poder imensurável (assim como todos os protagonistas de shonen) tem uma personalidade muito mais tolerável. Considerando sua origem como uma pessoa que fracassou como candidato as Forças de Defesa, ele acaba tendo uma personalidade muito mais suave e amigável, de maneira não muito diferente por exemplo de Midorya, o jovem sem poderes num mundo superpoderoso, que mesmo ao receber um dos maiores dons, ainda assim manteve sua humildade.

Além disso, o mangá também evoca um pouco de outro querido protagonista, uma vez que Kafka ao se tornar o kaiju No 8 passa a ser considerado uma ameaça pelas próprias forças de defesa em que ele tanto sonha fazer parte, lembrando bastante a forma como Naruto precisou se provar como ninja enquanto era mal visto por ter o poder destrutivo da raposa de nove caudas.

Conheça Kaiju No 8 3

Essa capacidade de evocar ouras obras e protagonistas queridos, sem necessariamente copiar situações e personagens, faz com que o mangá traga uma boa sensação desde o começo, e a escrita de Naoya imprime um ritmo muito interessante ao desenvolvimento da trama, conseguindo dar uma boa caminhada sem precisar colocar todas as cartas na mesa e sem guardar tantos mistérios que o mangá se arraste sem nenhuma evolução.

O maior obstáculo que quem estiver pensando em adquirir a obra deve considerar é o fato de que infelizmente estamos observando muitos aumentos de preços e Kaiju No 8 começou a ser pulicado apenas o ano passado, contanto até o momento com 5 volumes compilados, podendo durar diversos anos, e ainda que o começo seja muito bom, não podemos garantir que a qualidade perdure (cof cof Bleach cof).

Mas se isso não for um empecilho, pode mergulhar sem medo neste mundo de kaijus e humanos porque a jornada pode valer muito a pena.


Créditos:
Texto: João Pedro Maia
Imagens: Reprodução
Edição: Diego Brisse

Compre pelo nosso link da Amazon e ajude o UB! 


Quer debater Quadrinhos, Livros e muito mais?

Conheça nosso grupo no WhatsApp!

Quero participar

Notícias relacionadas

Conheça O Ás Inimigo de Joe Kubert e Robert Kanigher (1)

Conheça O Ás Inimigo de Joe Kubert e Robert Kanigher

5 de Dez de 2022

Nós usamos cookies para garantir que sua experiência em nosso site seja a melhor possível. Ao navegar em nosso site você concorda com a nossa política de privacidade.

OKPolítica de privacidade