Ultimato do Bacon

Conheça a estreia de O Incrível Hulk (1962) – Baú de HQs

Em 12 de Out de 2021 5 minutos de leitura
Conheça a estreia de O Incrível Hulk

Saiba como foi a origem do gigante esmeralda que resiste à explosões nucleares, cruza cidades inteiras com um único salto e derruba exércitos com seu sopro: O Incrível Hulk

O Hulk é mais uma criação das lendas Stan Lee e Jack Kirby. Chegou em uma década farta de trabalho e bons personagens da dupla. Era o meio da Era de Prata dos quadrinhos e a Casa das Ideias estava conquistando fãs no mundo todo.

Na verdade, em maio de 1962, quando a revista The Incredible Hulk #1 saiu, já rodava com enorme sucesso a série The Fantastic Four (1961). Pouco tempo depois, estreariam outros grandes do Universo Marvel: Homem-Aranha, Thor, Homem de Ferro – o Homem-Formiga já tinha aparecido em Tales To Astonish #27, em janeiro daquele ano –.

Apesar de ser um dos maiores super-heróis dos quadrinhos, quando surgiu, a grande inspiração de Lee e Kirby para o Hulk eram as histórias de terror Frankenstein (1818), de Mary Shelley, e O Médico e o Monstro (1886), de Robert Louis Stevenson, e seus filmes. O antagonismo entre homem e monstro – conforme sugeria a capa da primeira revista do verdão – ou super-herói e monstro seria uma das principais marcas do personagem.

E vale ressaltar como essa influência do terror atravessou diversos roteiristas do Golias Esmeralda, chegando a um novo patamar em O Imortal Hulk (2018), com texto de Al Ewing e arte do brasileiro Joe Bennet.

Conheça a estreia de O Incrível Hulk

The Incredible Hulk (1962) tinha toques de quadrinho de terror

Mas voltando à década de 1960, The Incredible Hulk (1962) durou apenas seis edições bimensalmente até março de 1963 –. Na última, outros trabalhos afastaram Kirby, substituído por Steve Ditko – o mesmo que em agosto de 1962 tinha acabado de desenhar a estreia do Homem-Aranha na revista Amazing Fantasy #15 –.

Uma curiosidade muito conhecida é que, na primeira edição, o Hulk era cinza. Como a tinta não tinha qualidade, o gris acabava saindo com um tom esverdeado, o que fazia com que os leitores não soubessem se o novo monstrão era verde ou cinza. A solução foi simples: já no segundo volume, Hulk estava com a cor definitiva.

Lá no princípio, também, Bruce Banner não se transformava em Hulk quando nervoso, mas ao anoitecer, no que podemos considerar uma influência da lenda do lobisomem. A luz do Sol o fazia voltar ao normal, o que dava uma dinâmica diferente e interessante às histórias.

Qual a trama de O Incrível Hulk (1962)

A primeira narrativa é possivelmente a mais famosa do Cicatriz Verde. Em “A chegada do Hulk”, Bruce Banner, criador da Ogiva Gama, faria o primeiro teste da arma militar quando, pelo extenso terreno entre a bomba e a casamata de proteção, passa de carro Rick Jones, um adolescente sem juízo que queria provar ter coragem para os amigos.

Banner corre, alcança o garoto e o joga em uma vala. O cientista, porém, é atingido diretamente pelos raios gama, o que pouco depois o transformaria no super-herói – ou monstro – mais forte dos quadrinhos.

Conheça a estreia de O Incrível Hulk

A cena mais famosa da HQ: Banner recebe os raios gama

Nas histórias seguintes, vemos Hulk enfrentando um exército de homens-sapo alienígenas que queriam dominar a Terra; os soviéticos; o Mestre do Picadeiro, que hipnotizava cidades para roubar a população; e Tyrannus, um imperador do subsolo terrestre que sequestra Betty Ross. Nesse capítulo, percebe-se muito do que pode ter sido a inspiração para o aclamado Planeta Hulk (2000), de Greg Pak, inclusive com Hulk se transformando em gladiador.

Outros inimigos apresentados são o belicoso general Fang; o Mestre dos Metais, alienígena que controla com a mente todos os metais do planeta – ao mesmo tempo! – e, claro, a todo momento, o general “Thunderbolt” Ross. Desde a primeira revista, o militar decide que seu principal objetivo é destruir o Hulk para proteger os Estados Unidos.

Uma das grandes atrações desta série é o conflito interno de Bruce Banner – com uma complexidade interessante desde o início – e a parceria com Rick Jones que, grato por ter sido salvo, acaba sendo um fiel ajudante enquanto a figura verde e irracional toma conta do cientista. Hulk, uma ameaça para a humanidade, deveria existir? E os inimigos que o exército não dá conta, como ficam? São perguntas que o especialista em raios gama se faz.

Conheça a estreia de O Incrível Hulk

O general Thunderbolt e Betty Ross estreiam na revista junto com Banner

Bem como na obra em que foi inspirada – O Médico e o Monstro –, a história do Hulk destaca aspectos muito interessantes da psique humana, como a dualidade – entre o bem e o mal, amor e ódio – e as vontades mais orgânicas e destrutivas que uma pessoa pode ter, normalmente guardadas no inconsciente.

A profissão de Bruce Banner foi muito bem escolhida por Lee e Kirby. O cientista representa a razão*, a sublimação e a vida em sociedade, enquanto o Hulk simboliza o rompimento do pacto civilizatório. É a volta do ser humano aos instintos mais brutos e selvagens que, no fundo, todos precisamos controlar – se está em dúvida é porque nunca sentiu raiva –. Outra obra dos quadrinhos que dialoga com essa questão é O Máskara (1989).

Indo para o lado mais rocambolesco da coisa, é nessa primeira série que conheceríamos algumas das mais impactantes habilidades do Hulk. Incluem-se os saltos quase que voadores – em determinado momento, Hulk vai da China a Taiwan com um deles –, a resistência à explosões atômicas, e palmas e sopros que derrubam grandes quantidades de adversários sem encostar neles. O resultado foi uma personalidade prepotente que desprezava o alter ego e a humanidade.

Conheça a estreia de O Incrível Hulk

No princípio, o Golias Esmeralda era, na verdade, cinza

Edições no Brasil

As primeiras histórias do Hulk não são inéditas no Brasil. Todas saíram no encadernado Biblioteca Histórica Marvel – O Incrível Hulk Vol. 1 em 2008, pela Panini. Este item costuma ser raro e caro no mercado de usados.

Em 2006, a editora Mythos publicou o encadernado Grandes Clássicos Marvel, que incluiu as três primeiras revistas do super-herói junto de histórias antigas do Capitão América, Thor e Homem de Ferro.

Para os que gostam de itens de colecionador, The Incredible Hulk #3 foi publicada em formatinho pela RGE na revista O Incrível Hulk n° 44, em 1982, bem como a The Incredible Hulk #1 saiu pela editora Abril em Capitão América n° 100, uma edição comemorativa de 1987.

Conheça a estreia de O Incrível Hulk

As seis primeiras revistas de O Incrível Hulk

Mas não se preocupe, caso queira ler The Incredible Hulk de #1 a #6 mais facilmente. Em maio de 2021, a Panini trouxe as seis publicações no encadernado Coleção Clássica Marvel Vol. 5 – Hulk Vol. 1. A coleção vem trazendo as primeiras revistas dos principais super-heróis da Marvel em ordem cronológica em encadernados de capa cartonada. Já foram confirmados quatro volumes do gigante esmeralda.

The Incredible Hulk (1962) é uma obra típica da dupla Stan Lee e Jack Kirby. Criativa, cheia de clichês da Era de Prata – balões e recordatórios gigantes, páginas recontando a história anterior –, desenhos sensacionais e super característicos, dezenas de adjetivos extravagantes, muita loucura e diversão. Acrescento, em caráter puramente opinativo, é uma das melhores estreias da Marvel no período.

*Uma ironia é que o cientista que ilustra a razão, como na vida real, é também o responsável pela arma nuclear – e outras tecnologias bélicas –. Isso nos remonta a um dos lados mais bárbaros da humanidade: a guerra. E mais uma vez o Hulk se mostra uma metáfora interessantíssima pois, como monstro, pode ser considerado símbolo desse paradoxo: o lado mau da ciência e o retrocesso que os avanços podem trazer. (Obs.: o que em nada significa que devemos ser contra a ciência. Apenas contra os maus princípios quando empregados nela).

Gostou do texto? Leia outras matérias do David Horeglad (HQ Ano 1) para o UB!

CONHEÇA FLASH GORDON – BAÚ DE HQs

COMO ENTENDER A ESSÊNCIA DOS TRÊS PRIMEIROS ROBINS

FANTASMA: A SAGA PIRATAS DO CÉU (1936) – BAÚ DE HQs

Compre Coleção Clássica Marvel Vol. 5 – Hulk Vol. 1 clicando na capa abaixo! 

Conheça a estreia de O Incrível Hulk


Créditos:
Texto: David Horeglad – @hq_ano1
Imagens: Reprodução
Edição: Diego Brisse

Compre pelo nosso link da Amazon e ajude o UB! 


Quer debater Quadrinhos, Livros e muito mais?

Conheça nosso grupo no WhatsApp!

Quero participar

Notícias relacionadas

Nós usamos cookies para garantir que sua experiência em nosso site seja a melhor possível. Ao navegar em nosso site você concorda com a nossa política de privacidade.

OKPolítica de privacidade