Canil de Rodrigo Ramos e Marcel Bartholo é uma HQ Brasileira que mostra muito bem como o gênero de terror ainda está bem vivo nas obras nacionais. Uma boa construção, plot twists e cenários – e situações – muito brasileiros aparecem na obra que é mais um terror psicológico do que um gore.

 

Canil de Rodrigo Ramos e Marcel Bartholo foi publicado em 2020 de forma independente pela dupla dentro do solo Carniça Quadrinhos. O conto de 48 páginas encerra a “trilogia conceitual” iniciada em Carniça (2017), seguido por Lama (2018) e nos leva para dentro de uma história de terror que tem um presídio como cenário. 

 

Apesar da trilogia conceitual que os quadrinhos formam, elas não tem nenhuma relação além do formato, dos autores e pertencerem ao terror mais tradicional – aquele que explora o terror humano, suas lendas e suas metáforas.

 

Canil de Rodrigo Ramos e Marcel Bartholo - HQs Brasileiras 1

Canil apresenta belas ilustrações de Marcel Bartholo

 

Entrando no Canil de Rodrigo Ramos e Marcel Bartholo

 

A trama da HQ Canil começa com um grupo procurando uma menina desaparecida – Santinha. Logo descobrimos que a pequena encontrou seu fim nas mãos de um violento assassino que só não é morto pela população porque é filho do governador do Estado. É a partir da captura do matador que a história de Ramos começa de verdade nos traços de Bartholo!

O desenvolvimento da história acontece todo dentro de um presídio e vemos as cores cinzas – e meio mortas – darem espaço para o tom de um cenário mais assustador. Os elementos brasileiros, como o “jeitinho” e a corrupção, se fazem muito presentes na forma como o filho do governador é tratado na sua chegada ao local. A dupla faz questão de mostrar ainda a brutalidade da convivência em uma cadeia e vemos a violência entre os detentos ser abordada na história.

 

Canil de Rodrigo Ramos e Marcel Bartholo - HQs Brasileiras 2
O filho do governador é o catalisador dos problemas que ocorrem na HQ Brasileira Canil de Rodrigo Ramos e Marcel Bartholo

 

Canil possui todas as características de um bom conto de terror, com uma história que parece estar nos levando para um lado e acaba nos surpreendendo com seu desenvolvimento inteligente que leva a trama por um caminho não esperado.

Aliados à narrativa verdadeiramente surpreendente estão os desenhos de Marcel Bartholo que só podem se descritos como viscerais. Seja nas representações dos seres humanos, sofridos, angulosos e talhados no papel; seja, especialmente, nas representações mais monstruosas e “viradas de dentro pra fora”, em que os tons cinzentos do começo são preenchidos pelo vermelho.

E, pra completar, um daqueles finais surpreendentes (muito presentes nos contos da famosa revista Eerie) e bem desenvolvidos que o fã de um conto de terror sempre espera, se faz presente e é das melhores surpresas da obra.

Não vou falar mais do que isso para não estragar a leitura, mas é muito bem trabalhado! Posso dizer que é só nas páginas finais que entendemos verdadeiramente do que a história de Marcel Bartholo e Rodrigo Ramos trata, apesar das muitas dicas escondidas ao longo das páginas da HQ.

Canil é uma HQ Brasileira surpreendente que atesta a qualidade dos nossos desenhistas e redatores e mostra que conseguimos entregar boas histórias de terror nacional. O conto de Rodrigo Ramos e Marcel Bartholo é altamente recomendado para os amantes do suspense!

Quer adquirir seu exemplar de Canil de Rodrigo Ramos e Marcel Bartholo?

Conheça o site QuadrinhosBrasileiros.com.br!

 

Quer conhecer outras obras nacionais tão surpreendentes quanto esta?

Confira nossa coluna HQs Brasileiras!


Créditos:

Texto: Lucas Souza
Imagens: Reprodução
Edição: Alexandre Baptista

Fique ligado no Ultimato do Bacon para mais conteúdos sobre Quadrinhos, Livros, TV, Streaming, Cinema, Música e muito mais!