Com a chegada aos cinemas de Blade Runner 2049, porque não falar de seu antecessor?

Livremente baseado no romance “Androides Sonham com Ovelhas Elétricas? ” de Philip K. Dick, e dirigido por Ridley Scott, o filme mostra um futuro pós apocalíptico onde a raça humana se espalhou por outros planetas e adotou o uso de “replicantes”, organismos de bioengenharia (androides no livro original) para prestar serviços a raça humana. Em algum ponto antes do começo do filme, estes replicantes se tornaram ilegais na Terra.

Harrison Ford interpreta Rick Deckard, um “blade runner”, cujo trabalho é “aposentar” replicantes (eufemismo para mata-los) que é chantageado para caçar quatro replicantes que escaparam de Nexus-6 para a Terra em busca de aumentar seu tempo de vida (eles são criados com um tempo de vida de 4 anos).

A caça dos replicantes por Deckard traz à tona diversos questionamentos quanto a própria condição humana, sendo este um dos temas centrais do filme, lidando com temas desde as implicações da manipulação genética e a mortalidade.

O filme tem um histórico bem controverso: ele não foi um sucesso há época de seu lançamento, entretanto acabou se tornando um “cult” tempos depois. Algo que pode ter contribuído para esse status foi a divergência entre diretor e estúdio (tipo a FOX no quarteto fantástico) o que levaram a algumas mudanças de roteiro e alterações no filme. Para se ter uma ideia, existem sete diferentes versões do filme, ainda que duas apenas tenham sido exibidas em festivais. Cinco delas estão contidas em uma edição especial lançada em 2007 junto ao lançamento do “Final Cut” (uma polemica versão do diretor foi lançada em 1992 sendo duramente criticada por Ridley que disse não ter envolvimento nesta versão) e novamente em uma edição especial de 30 anos em 2013. A edição “Final Cut” tem a versão “oficial” de Ridley Scott para o filme, contando a história da maneira como ele a imaginou.

A história de Blade Runner continuou através de três livros escritos por K. W. Jeter que continuam a história de Deckard. Se eles se encaixam na história agora estabelecida em Blade Runner 2049 eu não saberia dizer.

Qual a sua opinião sobre Blade Runner? Você era um dos defensores daquela certa teoria sobre o final do filme (ainda que o filme seja antigo, spoilers não né galera?)? Aguardem também a review aqui no site sobre o novo filme.

Quer debater Quadrinhos, Livros e muito mais?

Conheça nosso grupo no WhatsApp!

Notícias Relacionadas: