A HQ brasileira Abutres de Júlio Magah e Eduardo Vetillo é mais uma obra a trabalhar o faroeste em sua temática principal. Espere pelos principais clichês do gênero nessa história curta que desenvolve uma trama de vingança.

Abutres de Júlio Magah e Eduardo Vetillo foi lançado em 2017 em formato 20x27cm com capa cartão e contendo uma história completa e inédita em 60 páginas preto e branco. A editora Estronho foi a responsável pelo lançamento.

.

Abutres de Júlio Magah e Eduardo Vetillo

Tradicional jogo de cartas em um saloon acontece na HQ Abutres de Júlio Magah e Eduardo Vetillo

.

A trama da HQ Abutres de Júlio Magah e Eduardo Vetillo

.
A trama de Abutres se passa em 1881 e é repleta de ação do começo ao fim. Magah e Vetillo dão um ritmo alucinante a história que acompanha um grupo de ladrões, Tio Rufus e os irmão Rogers, que está determinado a chegar ao cofre roubado que esconderam. Essa viagem dos bandidos acaba entrando em rota de colisão com xerifes e homens da lei das proximidades de Tucson e Tombstone.

O que começa como uma história acelerada de bandidos em busca do ouro, logo começa a ganhar contornos sobrenaturais quando um fazendeiro paraplégico aparece na história e o banco começa a ser seguido por abutres. A diversão na leitura é justamente encontrar a ligação entre esses bandidos e o velho fazendeiro.

.

Abutres de Júlio Magah e Eduardo Vetillo

Velho fazendeiro conversa com um dos homens da lei na HQ brasileira Abutres de Júlio Magah e Eduardo Vetillo

.
Apesar de ter uma premissa não tão original, a HQ de Magah e Vetillo surpreende quando insere um elemento sobrenatural não explicado – e é justamente a curiosidade de saber o que está acontecendo que mantém o leitor ligado na trama. Infelizmente, na minha visão, a HQ tem um problema sério de ritmo e montagem.

.

Quer debater sobre quadrinhos, livros, filmes e muito mais? Venha conhecer nosso grupo no Whatsapp clicando aqui!!!

.

Ela alterna momento tão alucinantes de ação e movimento que nos sentimos perdidos. A devidas explicações só são feitas nas últimas páginas (muito bem feitas, é verdade!), causando uma quebra de ritmo gigantesca. É como ir de zero a cem em uma freada brusca. Talvez, uma solução para o problema, tivesse sido intercalar (como muitas HQ´s fazem) os flashbacks com a ação do presente.

Além do problema de ritmo, a HQ Abutres de Júlio Magah e Eduardo Vetillo me dá a sensação de querer desenvolver muitas situações e personagens em poucas páginas. Sim, teremos explicações no final, mas a sensação de estar perdido durante a leitura acabou não agradando muito (tive momento em que achei que tivessem páginas faltando).

Apesar dos pontos negativos, Abutres ainda é uma boa leitura para os fãs do gênero. Uma leitura rápida e empolgante que entrega momentos legais. Não é uma HQ que eu recomendaria para todo mundo mas se você é muito fã do gênero, como eu, vale a pena!

Quer conhecer outras obras de faroeste e obras brazucas? Confira nossa sessão especial de faroeste e nossa sessão especial de HQs Brasileiras!

.

Abutres de Júlio Magah e Eduardo Vetillo (2017) - O Ultimato 1

Avaliação: Bom!

.

Compre Abutres de Júlio Magah e Eduardo Vetillo clicando na capa abaixo! 

.

Abutres de Júlio Magah e Eduardo Vetillo

 


Créditos:
Texto: Lucas Souza
Imagens: Reprodução
Edição: Diego Brisse
Compre pelo nosso link da Amazon e ajude o UB!


 

Quer debater Quadrinhos, Livros e muito mais?

Conheça nosso grupo no WhatsApp!

Notícias Relacionadas: