A Morte Te Dá Parabéns 2 (Happy Death Day 2U)
Ano: 2019 Distribuição: Universal Pictures Brasil
Estreia: 21 de Fevereiro (Brasil)  Direção: Christopher Landon
Roteiro: Christopher Landon
Duração: 100 Minutos  

Elenco: Jessica Rothe, Israel Broussard, Suraj Sharma, Ruby Modine

Sinopse: “Dois anos após reviver o dia de sua morte várias vezes, Tree acredita estar finalmente livre desse pesadelo até que se vê novamente no meio de um loop. Mas dessa vez, tudo está diferente, o assassino é outro e os alvos também. Além de se preocupar em salvar a sua própria vida, Tree terá que salvar a vida de seus amigos e do seu namorado Carter na tentativa de acabar com isso de uma vez por todas.”

 

A Morte Te Dá Parabéns 2 - O Ultimato 1

 

Alexandre Baptista

Excelente sequência, A Morte te Dá Parabéns 2 consegue manter a coesão do primeiro, ao mesmo tempo em que explora novos caminhos

Cuidado e esmero da produção na reconstrução de cenas e ambientes é um destaque positivo do filme que estreia nesta quinta, 21 de fevereiro

por Alexandre Baptista

A Morte Te Dá Parabéns 2 - O Ultimato 2

 

Antes de mais nada, preciso confessar que assisti A Morte te Dá Parabéns 2 sem nunca ter visto o primeiro filme. A intenção era poder responder ao espectador a velha pergunta que muitos fazem:

“Dá pra ver o 2, sem ter visto o 1?”.

Dá. Até dá. Mas você vai perder muito do que faz o filme interessante e divertido. Um exemplo? Eu ia dar 3 bacons para o filme. Mas aí decidi, antes de escrever esta crítica, conferir o anterior, A Morte te Dá Parabéns (Happy Death Day, 2017) e percebi uma das grandes qualidades da saga: A Morte te Dá Parabéns 2 continua a história do primeiro, exatamente de onde o filme acabou, revisitando cenas, cenários, falas e figurinos. Só que desta vez, as coisas estão fora do lugar; ou o ponto de vista é de outro personagem – em geral o ponto de vista de Ryan (Phi Vu), o que gera uma certa “estranheza na familiaridade”, deixando o filme ainda mais interessante.

Assim como no primeiro, a ideia não é original: junte De Volta para o Futuro II (Back To The Future Part II, 1989), com O Feitiço do Tempo (Groundhog Day, 1993), adicione Pânico (Scream, 1996) e pitadas de A Vingança dos Nerds (Revenge of the Nerds, 1984) e veja no que dá.

Christopher Landon desta vez, além de dirigir, também escreveu o roteiro do longa, baseado nos personagens criados por Scott Lobdell e, assim como no anterior, assume suas referências, chegando a citar a similaridade com De Volta Para o Futuro II em uma das cenas.

Talvez por essa mudança de roteirista, o longa tenha caído mais para a comédia e para a aventura ao estilo Mulher Nota 1000 (Weird Science, 1985) e quase saído do gênero slasher. Mas, no contexto geral, a mudança é positiva, saindo da repetição idêntica da fórmula que funcionou no primeiro longa e surpreendendo o espectador.

Tree Gelbman dessa vez se apresenta como uma heroína adolescente, decidida e cheia de iniciativa – um arco que me lembrou vagamente a evolução da personagem Sarah Connor nos dois primeiros Exterminador do Futuro, de mocinha ingênua em perigo a uma combatente feroz – e Jessica Rothe mais uma vez se destaca nesse papel principal.

As atuações de Israel Broussard (Carter Davis) e Rachel Matthews (Danielle Bouseman) parecem ter crescido em suas personagens e o trio Phi Vu (Ryan), Suraj Sharma (Samar Ghosh) e Sarah Yarkin (Dre Morgan) fazem a excelente contraposição do núcleo nerd da universidade.

Bear McCreary, responsável pela trilha sonora, repete a sutileza de citações, referências e reverências sonoras, inserindo novamente menções a trilhas de filmes famosos em momentos oportunos e impossíveis de não serem identificados, continuando a boa sequência de trabalhos que tem somado a seu currículo que inclui as séries Battlestar Galactica, Constantine, The Walking Dead, Agentes da S.H.I.E.L.D., Outlander, Eletric Dreams, o episódio Playtest de Black Mirror e o vindouro longa Godzilla II: Rei dos Monstros.

Na direção, Landon segue sendo competente, inserindo neste capítulo uma cena pós-créditos que indica um provável e novamente inesperado e interessante caminho para o terceiro longa. Com o dobro do orçamento do primeiro – US$ 9 milhões – e estreando apenas 16 meses após sua confirmação, essa continuação dificilmente deixará de alcançar o retorno financeiro necessário para garantir o próximo capítulo que já tem sido sinalizado para o final de 2020, início de 2021. Tendo estreado em 13 de fevereiro nos EUA e alguns outros países, o filme já conta com uma bilheteria de US$ 26 milhões mundialmente. 

A Morte te Dá Parabéns 2 segue sendo uma boa diversão e a preocupação e cuidado em revisitar e reinventar as velhas cenas do primeiro filme de forma orgânica e coesa deixariam Robert Zemeckis orgulhoso. Apesar de se distanciar do terror slasher ainda mais nessa segunda volta, a franquia parece estar estabelecendo o seu próprio estilo, principalmente por aplicar a intertextualidade, tão rotineira nas produções artísticas atuais, de maneira verdadeiramente criativa e interessante.

 

A Morte Te Dá Parabéns 2 - O Ultimato 3

Avaliação: Ótimo!

 

 

Trailer:

 
 
 

Acessem nossas redes sociais e nosso link de compras da amazon

Instagram

Facebook

Amazon

 

 

 

Quer debater Quadrinhos, Livros e muito mais?

Conheça nosso grupo no WhatsApp!

Notícias Relacionadas: