Por Lucas Souza

 

A afirmativa “A DC Comics é sombria” tem sido muito ouvida e repetida nos últimos anos – principalmente depois de “Batman v Superman”. Os filtros escuros e tom mais sombrio de Zack Snyder retratam, segundo alguns, perfeitamente o espírito da editora – que é mais sombria e realista mesmo. Será?

Quando começamos a analisar a história da DC Comics nos cinemas, principalmente a partir do “Superman” (1978) de Richard Donner, vemos que as coisas não são necessariamente sombrias e escuras. O Superman interpretado por Christopher Reeves era o oposto disso – sendo muito mais alegre e de bem com seu “fardo” de herói do que o Superman interpretado por Cavill em “O Homem de Aço” (2013) e “Batman V Superman” (2016). Quando começamos a analisar sob essa ótica, parece que temos visões de diretores diferentes para o super-herói – o que é comum. Mas qual é a mais próxima do tradicional do personagem no universo DC? E o que é predominante nesse Universo: Luz ou Trevas?

 

A DC é realmente sombria? 1
“Superman” (1978) entrega uma visão otimista do Homem de Aço

 

Na verdade, a afirmação “A DC é sombria” não está pautada na visão de Zack Snyder apenas. Ela está pautada na trilogia “Cavaleiro das Trevas” de Christopher Nolan (que ajudou a iniciar o universo mais “sombrio” de Snyder) e no próprio Batman.

A trilogia iniciada em 2005 traz uma visão mais sombria e realista do mundo do morcego de Gotham. O que é quase natural para o personagem que tem em sua cidade um ambiente muito mais sujo e pesado do que as tradicionais cidades dos quadrinhos. Isso não quer dizer que essa visão dark se estenda para todo o universo DC. A afirmação em questão confunde o Universo do Cavaleiro das Trevas com o restante do Universo da editora – confusão essa corroborada pela visão do cineasta Snyder que levou o tom melancólico do Batman para os outros heróis da DC.

Em “Batman V Superman”, Lex Luthor (Jesse Eisenberg) afirma, em seu famoso monólogo no topo do prédio, que a luta entre Superman e Batman é “dia contra a noite”. Esse conceito foi explorado inúmeras vezes antes nas HQ´s – o fato de os dois personagens representarem formas “opostas” de fazer justiça. O problema é que isso não fica claro no filme – o Superman interpretado por Cavill não passa a sensação de otimismo e esperança que faria com que essa frase fizesse sentido em momento algum. Estando em construção ou não, e eu sou um fã do filme, o fato é que Superman e Batman são extremamente parecidos em sua falta de otimismo até esse filme – o que muda drasticamente em “Liga da Justiça” (2017). Esse tom monocromático deu ainda mais força para as pessoas afirmarem que a DC é sombria.

 

A DC é realmente sombria? 2

Desenho de Jim Lee retrata muito bem o contraste de Gotham e Metrópolis

 

Quando falamos da origem de tudo, as HQ´s, é preciso entender que a DC não teve um grande arquiteto que criou e moldou o universo da editora como Stan Lee fez na Casa das Ideias. Repare que na Marvel é tudo muito encaixado e os personagens habitam de fato os mesmos ambientes com um mundo extremamente coeso. Na DC temos personagens com tons e universos que são bem mais independentes. O Batman habita uma Gotham sombria enquanto o Superman vive em uma ensolarada (e por vezes tecnológica) Metrópolis e os Lanternas Verdes policiam um Universo que vai do assustador ao divertido dependendo do roteirista. O mesmo acontece com a Themyscira da Mulher-Maravilha.

Quem acompanhou "Grandes Astros Superman", o Aquaman e os Titãs de Geoff Johns e as histórias da Liga da Justiça Internacional de Keith Griffen (para citar apenas alguns – a Mulher-Maravilha de Perez seria outro de tantos exemplos), sabe que a editora só é predominantemente sombria e escura no Universo do Homem Morcego.

 

A DC é realmente sombria? 3

Famosa série cômica “Liga da Justiça Internacional” prova que a Editora das Lendas não é necessariamente sombria

 

Quando buscamos a origem da DC nos quadrinhos e entendemos os últimos filmes e sucessos da editora nos cinemas, antes de “Aquaman” de James Wan e “Shazam” de David F. Sandberg, fica fácil entender porque tantas pessoas afirmam que a DC é sombria – e porque elas estão erradas. A Editora das Lendas sempre teve na esperança e no legado as suas principais características. A confusão que ocorre é entre o Universo de Gotham – extremamente famoso – com a essência da DC. Os últimos filmes da editora mostram que a diversidade de tons e a mistura do aventuresco funcionam e fazem parte do seu DNA. E se o Batman pode ser sombrio ao lado do Gladiador Dourado e do Besouro Azul, acho que ele vai se sair bem ao lado de um Shazam mais juvenil e de um Aquaman mais aventureiro…

 

A DC é realmente sombria? 4

Esperança e Legado são os grandes pilares do Universo DC

 

 

Que venham os próximos capítulos dessa história!

Quer nos contar o que você pensa da essência da DC? Deixe seu comentário!

 

Fique ligado no Ultimato do Bacon para mais matérias, notícias e reviews sobre HQ´s!

 

 

 

 


Acessem nossas redes sociais e nosso link de compras da amazon

Instagram 

Facebook

Amazon