Um Lugar Silencioso | O Ultimato

Um Lugar Silencioso
Ano: 2018 Distribuidor: Paramount 
Estreia: 05 de Abril Direção: Jonh Krasinsk
Duração: 90 min Elenco: Emily Blunt, John Krasinski, Noah Jupe, Millicent Simmonds

Sinopse: “Uma família tenta se manter em total silêncio para sobreviver à ameaça que ronda a sua casa e que pode atacá-los ao menor sinal de barulho."

Diego Brisse

Quantas vezes não fomos enganados por trailers e excelentes estratégias de marketing que entregam um “produto final” muito abaixo do esperado? Desde o primeiro trailer que vi de Um Lugar Silencioso fiquei muito interessado, fui cativado de primeira e a cada comentário e novo trailer que saía minha expectativa aumentava. Nesse caso, o filme cumpriu bem a expectativa.

O filme tem um clima tenso, muito tenso! A quase ausência de som nas primeiras cenas é desconfortável, te deixa angustiado, logo de cara o expectador já consegue sentir o que os personagens sentem, principalmente para um público educado que NÃO FALA DURANTE O FILME, já que você fica preocupado em não fazer nenhum ruído para incomodar as pessoas na sessão. Um filme impossível de ser assistido de maneira correta em diversas salas do Rio de Janeiro aonde as pessoas vão ao cinema para conversar, comer e narrar o filme ou simplesmente causar tumulto. A trilha sonora tem um papel de muita importância, representando as emoções, se tornando um personagem na trama.

Toda essa ambientação pós apocalíptica estabelecida nos primeiros minutos, que te joga quase que literalmente dentro da situação dos personagens (na sessão em que eu estava tinham diversos seguranças aguardando o primeiro engraçadinho para poder dar o bote e “jogar para fora” da sala) se alia ao excelente elenco para construir o filme. O personagem de Noah Jupe transparece o medo de forma muito realista, Emily Blunt e seu marido (também na vida real) John Krasinski fazem isso da mesma forma, principalmente Blunt com seus gritos mudos. Um elenco com atuações tão impecáveis que te deixam angustiado, você sofre com eles.

Apesar de ter um elenco com destaque equilibrado, é impossível não notar a magnífica atuação de Millicent Simmonds, que é surda e o diretor sabiamente em diversos momentos te coloca na situação da personagem, com ausência quase absoluta de sons. A deficiência da personagem é aproveitada de maneira muito inteligente no desenvolvimento do filme.

A proposta do filme é ser um suspense dramático, contar a história de uma família tentando sobreviver num mundo cercado de entidades assassinas que eles não entendem direito, tendo que seguir as regras básicas de sobrevivência estabelecidas. Isso pode incomodar quem, assim como eu, esperava ver algo mais grandioso, eu queria ver o marco zero dos ataques, mas o filme não é e nunca foi sobre isso.

Um Lugar Silencioso é um filme de suspense dramático puxado para o terror que encontra referências em filmes antigos ou mesmo recentes do gênero, até mesmo em um ou dois filmes bem trash, sem perder identidade. Uma ótima história com excelente elenco e uma ambientação invejável. Mesmo seus clichês e soluções questionáveis para determinados problemas ficam soterrados pelas qualidades do filme. Apesar do final meio incômodo, o filme cumpre muito bem sua proposta.

 

Avaliação: Excelente!

 

Comentários