Preparação para Vingadores Ultimato: A Guerra Kree Skrull

por Lucas Souza

 

Estamos em 1971. Roy Thomas, Sal Bucema e Neal Adams são os responsáveis pela revista dos Vingadores. A ideia deles, a Guerra Kree Skrull, é até hoje de suma importância no Universo de HQs da Marvel Comics e é, sem dúvida, obrigatório na prateleira de qualquer amante do super grupo.

A edição usada para análise foi a lançada pela Panini em 2006 no Brasil. Intitulada Os Maiores Clássicos dos Vingadores – Volume 1, ela trouxe ao país a mega saga reunida em encadernado capa cartão pela primeira vez. A edição reúne The Avengers 89 a 97. A edição 90 da Coleção Marvel da Salvat capa preta reúne as mesmas edições, só que em capa dura.

 

Um marco para os Vingadores: leitura obrigatória

 

O que torna a história tão memorável e faz dela um clássico é o tema tratado pela HQ: medo. A Guerra Kree-Skrull retrata com realismo a caça às bruxas a alienígenas e traz a tona todos os malefícios e consequências do medo. Na história temos de tudo no que se refere a essa temática: perseguições, linchamento, audiências judiciais e por aí vai. É muito interessante acompanhar como os próprios heróis se acusam e como o público estava pronto para abandonar os Vingadores ao primeiro sinal de traição. Tudo isso em cenários fantásticos e com uma temática cósmica que abrilhanta as páginas e deixa tudo ainda mais chamativo. O contraste entre os cenários terráqueos e extraterrestres é de tirar o fôlego!

A história da Guerra se desenvolve de verdade após o Capitão Marvel e os Vingadores Visão, Feiticeira Escarlate, Mercúrio, Jaqueta Amarela, Vespa e Golias derrotarem uma tentativa de destruição da Terra por inimigo alien (sem spoilers). Após isso, a invasão sofrida pela Terra vai a público e a caça às bruxas (e a verdadeira história) começa. Capitão América, Thor e Homem de Ferro são rapidamente envolvidos e se vêem com problemas perante a opinião pública enquanto lutam para descobrir o que de fato está acontecendo e ainda precisam abrir tempo na agenda para ajudar os Inumanos.

Política, julgamentos precipitados, lixamento, combates espaciais, aliens transmorfos, tensão na equipe.. É impressionante como temos de TUDO nessa saga. Em poucas edições os autores construíram uma história frenética que não te deixa confuso, não precisa de Tie-Ins e é extremamente fluída. Cada página tem algo para acrescentar.

 

Apesar do grande número de personagens, todos tem espaço para brilhar na Saga

 

O ritmo frenético da história, e a sensação de que tem tanto em andamento para poucos Vingadores, faz com que ela seja fácil de ler e é quase impossível largar a história antes do seu desfecho. Vale destacar a humanização do Visão, que começa a mostrar que é muito mais humano do que seus colegas de equipe acreditam. Com os Skrulls sendo apontados como o grande desafio da próxima fase do Universo Cinematográfico da Marvel, a saga passa a ser ainda mais relevante para os apaixonados pela equipe.

Fique ligado no Ultimato do Bacon para mais matérias que vão te preparar para Vingadores: Ultimato!

 

 

Acessem nossas redes sociais e nosso link de compras da amazon

Whatsapp

Instagram

Facebook

Amazon

 

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *