Ultimato do Bacon

Balada para Sophie de Filipe Melo e Juan Cavia – O Ultimato

Em 11 de Ago de 2022 3 minutos de leitura
Balada para Sophie de Filipe Melo e Juan Cavia Capa

Para começar a falar desse gibi, eu precisarei entrar um pouco na história dele… mas nada que vá estragar sua experiência com grandes spoilers, mesmo porque isso está logo nas primeiras páginas.

Adeline, uma jovem jornalista, bate à porta de uma mansão. Seu intuito é entrevistar o famoso, mas já esquecido, Julien Dubois. Um famosíssimo pianista francês, que fizera muito sucesso. A recepção não é das melhores. Julien se mostra um velho amargo, mal-educado e bem ríspido, e logo “enxota” a garota de sua casa.

Balada para Sophie de Filipe Melo e Juan Cavia (1)

Adeline se apresentando a Julien, nas primeiras páginas de Balada para Sophie

Mas Adeline, como toda boa jornalista, não desiste na primeira negativa: ela passa a noite no portão da mansão. E, admirando a insistência da moça, Julien resolve enfim recebê-la. Para surpresa do maestro, a jornalista reconhece a música de Chopin que ele estava escutando… e essa era a ligação necessária que ela precisava para ganhar a atenção do velhinho mal-humorado.

A tal canção de Chopin que rolava no toca discos era executada por François Samson, que, segundo Julien, foi o maior pianista de todos os tempos. E então, a entrevista começa.

O quadrinho dá início à história de Julien por meio de flashbacks, partindo desde sua infância. Notaremos que ele sempre pertenceu a uma família com posses, e que, sob duras críticas de sua mãe, estudava piano incessantemente.

Em um concurso mirim nacional num grande teatro, Julien faz uma apresentação brilhante! Ele era realmente espetacular; mas, do nada, surge um rapaz franzino, filho do senhor responsável pela limpeza do teatro.

Esse menino está lá para fazer sua inscrição de última hora e participar do concurso. Já ouviu a expressão que as melhores pérolas estão nas ostras mais feias? Pois então, esse menino maltrapilho, era François Samson… aquele, que estava executando Chopin lá no toca discos quando Adeline, a jornalista, reconheceu a canção. E ele mostra toda sua qualidade.

Se Julien era maravilhoso, François poderia ser considerado gênio. Mesmo sem condições financeiras e sem estudar com renomados professores, ele era perfeito. E então conhecemos o “Nêmesis” da vida de Julien. François era insuperável, talento puro e tudo o que Julien queria ser.

A história é desenvolvida tendo em vista essa “inveja”.  A trama é toda contada na perspectiva dessa ligação entre os dois pianistas, desde a infância até a fase adulta. A carreira de ambos toma caminhos diferentes.

Enquanto François esbanja sua virtuosidade executando as músicas dos grandes gênios do piano, nosso protagonista Julien ganha a vida tocando “merda, pelo dinheiro”, segunda suas próprias palavras. Ele se torna muito famoso e rico, mas tocar música popular o deixava frustrado.

Balada para Sophie de Filipe Melo e Juan Cavia (2)

Julien, no auge de seu sucesso como músico

Por meio dos 5 capítulos, acompanharemos toda a vida de Julien. Seremos testemunhas de suas conquistas, de suas dores, de seus anseios, das decisões mercadológicas de seu agente, da relação nada saudável com a mãe, sua vida amorosa, suas extravagâncias com sexo e drogas até chegar em sua vida atual: doente, solitário, sendo cuidado por uma governanta, em uma enorme mansão.

A trama é muito bem desenvolvida e eu fiquei totalmente imerso nas questões dos personagens. Seus defeitos e suas virtudes são bem explorados, deixando-os bastante críveis e palpáveis. A leitura é gostosa, fluida e, até certo ponto, hipnotizante. Porque a arte de Juan Cavia é espetacular!

Com um tom caricato e e muito expressivo, aliado a um traço lindo, ele consegue criar visuais muito bonitos! É possível ver o lápis do esboço em alguns desenhos, e isso dá um charme a mais para a arte. Atente-se às cores: quando estamos no presente elas possuem um tom mais vivo; quando no passado, são mais acinzentadas (inclusive nos tons de pele). Lindo demais!

Balada para Sophie de Filipe Melo e Juan Cavia (4)

As cores definem em qual período da história estamos: no passado ou presente de Julien

A mitologia nórdica tem em um de seus muitos poemas a frase “O destino é inexorável”. E isso é muito presente na vida de Julien! Veremos aqui a clássica e trágica inevitabilidade das consequências da vida.

E convenhamos, toda boa história precisa ter consequência. E nisso Filipe Melo acerta em cheio! Um quadrinho que irá te surpreender até a última e belíssima página… ah, o motivo do nome do gibi também só será revelado lá no final!

Publicado no Brasil pela Editora Pipoca e Nanquim, com 324 páginas, papel offset, capa dura com lombada redonda e marcador fitilho. No expediente tem um código para ser escaneado no Spotify, para você escutar a Balada para Sophie, que o próprio autor compôs!

São diversos os quadrinhos que abordam o tema musical. Mas poucos com tanta maestria e profundidade quanto Balada para Sophie.

Assista essa resenha no review express:

Avaliação: Excelente!

Compre Balada para Sophie clicando na capa abaixo! .

Balada para Sophie de Filipe Melo e Juan Cavia Comprar


Créditos:
Texto: Kim Martins – Review Express
Imagens: Reprodução
Edição: DIego Brisse
Compre pelo nosso link da Amazon e ajude o UB!


Quer debater Quadrinhos, Livros e muito mais?

Conheça nosso grupo no WhatsApp!

Quero participar

Notícias relacionadas

O Livro dos Insetos Humanos de Osamu Tezuka - O Ultimato (2)

O Livro dos Insetos Humanos de Osamu Tezuka – O Ultimato

30 de Set de 2022

Nós usamos cookies para garantir que sua experiência em nosso site seja a melhor possível. Ao navegar em nosso site você concorda com a nossa política de privacidade.

OKPolítica de privacidade